sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Aprendendo com Tomé



Quantos sermões nós ouvimos onde os protagonistas eram alguns dos discípulos de Jesus?
Muito bem, hoje quero passar uma lição que aprendi com um deles. O Espírito Santo me ensinou algo com a história de Tomé.
Você agora deve estar se perguntando; “O que tenho para aprender com Tomé? A duvidar?”. Pois é, Tomé não aparece muito na bíblia não é mesmo? Não escreveu nenhum dos evangelhos, nenhuma carta às igrejas. Nem aparece fazendo algo notável em Atos dos apóstolos.
Então o que podemos aprender com Tomé?
Primeiramente, gostaria de dizer que a palavra do Senhor é viva e se renova a cada dia. E todos os seus versículos que com zelo foram preservados e hoje estão à nossa disposição, tem importância e não devem ser ignorados, mesmos as cansativas genealogias têm informações relevantes nos estudos da palavra.
Tomé aparece no Novo testamento em 12 versículos, sendo 11 vezes nos evangelhos e uma vez em Actos dos apóstolos. Na maioria destes versículos Tomé é apenas citado junto com os outros discípulos. E quando ele aparece em destaque é sempre duvidando.
 Em João 11:16  
“Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.
Tomé disse isso quando Jesus falava que deveriam ir a Judéia por conta da morte de Lázaro irmão de Marta e Maria e amigo de Jesus. Os discípulos lembraram a Jesus que quiseram apedrejá-lo lá e enquanto Jesus explicava por que deveria ir, Tomé fala sarcasticamente aos amigos, mostrando seu medo e sua falta de fé.
Depois do episódio Tomé aparece novamente quando Jesus conta que vai preparar as nossas moradas na casa do Pai. Jesus diz claramente que vai para a casa do Pai, os discípulos já tinham ouvido muitas palavras e visto muitos milagres, porém Tomé ainda não tinha fé para crer, talvez até se perguntasse ; “Por que ele me escolheu como discípulo? Por que ainda o estou seguindo? Só sabia que algo o mantinha ali, sempre perto do Senhor
Ele precisava saber.
João 14:5
“Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?”


Então chegamos ao único momento que nos lembramos de Tomé.  As passagens depois da ressurreição.

João 20:25
“Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.”


Estes momentos que fariam que por anos Tomé fosse lembrado como o “duvidoso” e “incrédulo”. Versículos que fariam com que gerações usassem seu nome apenas para piadinhas no meio dos crentes; “Olha aquele irmão é um Tomezão”, “E ai Tomé, tem que ver para crer?”.

Passaram-se oito dias da primeira aparição e Jesus aos discípulos, penso que Tomé deve ter sofrido muito naqueles dias. Ele deve ter sido muito criticado pelos outros discípulos, ele até queria crer, mas não conseguia. Tentou lembrar-se das palavras que Jesus dizia, relembrava os milagres que presenciou, lembrou-se das pessoas que Jesus ressuscitou, mas mesmo assim, não conseguia crer que o mestre havia ressuscitado. Talvez por que ele estava muito frustrado com sua morte. Fizera um grande esforço para não abandoná-lo, pois acreditava que era um grande líder e que faria algo grande para o povo judeu. Ele não entendeu as palavras que Jesus falava sobre Seu Reino e o plano da salvação.
Já se passavam vários dias depois que os discípulos disseram ter visto Jesus, e nada.  Tomé via seus amigos reunidos aguardando o Senhor e resolveu ficar ali, se Jesus aparecesse, ele precisava vê-lo, precisava ver para crer, não poderia viver com aquela dúvida. Precisava saber.
João 20:26
“E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando às portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.”
Paz era tudo o que Tomé precisava. Aqueles dias devem tê-lo deixado em grande agitação emocional. Penso como Tomé deve ter ficado naquele momento diante da aparição de Jesus.  Uma mistura de sentimentos como um emaranhado de emoções. A ansiedade e medo por ter duvidado, e ao mesmo tempo a alegria por seu Mestre ter ressuscitado.
Quando Jesus antes de qualquer coisa se direciona para ele, suas pernas devem ter amolecido e Tomé deve ter se esforçado para não cair. Ele já cria já se sentia curado de sua incredulidade. Mas Jesus queria eliminar o espírito de duvida de uma vez por todas. As duvidas de Tomé já tinham servido aos propósitos do Senhor. E ficariam registradas na Sua palavra.

João 20: 27 
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.

Imaginem as sensações que percorreram o corpo de Tomé naquela hora. Ele já cria por ter visto Jesus ali. E agora testificar isso tocando em suas feridas, isso era incrível.  Naquele momento Tomé estava preparado para levar a palavra.  Ele disse apenas duas palavras, mas nelas reconhecia Jesus como Senhor e Deus.
João 20:28 
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!

 Jesus diz nessa hora algo que no contexto pode parecer que falava recriminando Tomé, porém ele falava sobre nós, e sobre todo os que teriam de crer para ver.

João 20:29
“Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.”

Depois disso encontraremos Tomé por mais duas vezes na bíblia. Na última vez é citado em Atos dos apóstolos, juntos aos discípulos aguardando a descida do Espírito Santo.
Atos 1:13
“13 - E, entrando, subiram ao cenáculo, onde habitavam Pedro e Tiago, João e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, irmão de Tiago. 14 - Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos.”
Tomé estava curado! E assim, pôde receber o Espírito Santo quando este desceu naquele cenáculo.
Aprendemos com Tomé uma importante lição. Deus não quer que tenhamos dúvidas, mas o mais importante. Deus não quer que neguemos nossas dúvidas.
Tomé poderia ter negado sua dúvida e assim, teria de conviver com ela. Poderia por medo do que os outros iriam pensar, ter guardado dentro dele todas aquelas dúvidas que o atormentavam. Poderia negá-las para não perder o cargo de discípulo, ou por qualquer outro motivo. Mas ele não aceitou viver com aquela duvida, preferiu ser ousado e falar sobre ela. E assim, Jesus pode curar Tomé.
Estas passagens não foram registradas por João no evangelho por acaso, Deus queria nos deixar uma lição.
Quantas vezes você teve dúvidas? Quantas vezes você se perguntou por que está na igreja? Por que segue o Senhor. Quantas vezes você ouviu testemunho de outros irmãos e não conseguiu crer no que contavam? Quantos estão na igreja por causa da fé de outros? Pela fé dos amigos, dos pais, mas sem a sua própria fé para ajudá-los nesse caminho. Vivem das experiências dos outros, sem ter suas próprias experiências com o Senhor. Quantas vezes ao invés de fazer como Tomé e confessar suas duvidas você preferiu levá-las consigo escondidas dentro do peito por vergonha do que os outros iriam pensar medo de perder seu cargo na igreja.
Deus quer te ajudar a crer, Ele quer que hoje você faça como Tomé, ouse apresentar suas dúvidas a Ele. Conte ao Senhor todas elas, peça que Ele faça como fez a Tomé e se apresente para você.
Como Jesus apareceu naquele dia e se apresentou para Tomé, Ele quer fazer o mesmo para você hoje. Quer lhe dar uma experiência pessoal que vai curar sua incredulidade. Toque nas feridas de Jesus e seja curado das feridas em seu coração causadas pelas dúvidas. Hoje Ele está ai para que você não o conheça apenas de ouvir falar, mas para que possa ver as maravilhas que hoje Ele faz por você.
A partir de agora você não precisará mais ver para crer.
De agora em diante você irá crer para ver!

A Paz do Senhor!

Marcelo Bancalero

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF

Um comentário:

  1. Parabéns Pastor, pela sua explanação da vida de Tomé, hoje temos milhares iguais a ele nas Igrejas. Mas ele teve tempo de se acertar com Jesus, oremos para que os outros também se acertem antes da sua volta.

    ResponderExcluir

Click